98. Descaminho

 
Em meio à escuridão da noite da vida, a oração é uma só: que ele seja meu guia. Se me faço ao mar, seja ele meu porto seguro.
A interpretação da Gláucia dá um toque todo especial a esta música. Repare, também, no pianíssimo do Rodrigo.

Sobre esta música

Eu a sós,

Noite escura,

Só loucura,

Tantos nós.


Solidão,

Descaminho,

Eu sozinho,

Sem perdão.


Teu olhar

— Quem diria?

Noite e dia,

A me buscar.


Teu favor

Me darás,

Luz serás,

Aonde eu for.


Sê meu guia,

E meu conforto;

Sê meu porto

E luz do dia.


Sê meu guia,

E meu conforto;

Sê meu porto

E luz.

Autor Letra: Rubem Amorese
Autor Música: Toninho Zemuner
Intérprete: Gláucia Carvalho

Produção e participações
Produção: Toninho Zemuner; Rodrigo Carvalho (piano)


  OUÇA/BAIXE 

  CIFRA

  playback  



98.Descaminho_files/Descaminho.mp398.Descaminho_files/Descaminho.pdf98.Descaminho_files/Descaminho%20PB.mp3