84. Tanto Amor

 
Eis um requiem de Páscoa. Nele, o pecador engrandece ao Pai o sacrifício do Filho. Assim, toda vez que usa a terceira pessoa (ele), está se referindo ao Filho. Na última estrofe, oferece diretamente ao Pai, sua devoção filial. O ritmo é o passo da via crucis.

Sobre esta música

Ah! meu Senhor!

Quanto amor se revelou!

Tudo suportou

Em meu favor.

Um favor celestial,

Por mim.


Lá, numa cruz,

Quanto amor se derramou!

Preço que pagou

O meu Jesus.

Pelo amor de um mortal,

Morreu.


Sim, foi tanto amor!

Graça e salvação.

Paz sem igual comprou,

Morte e compaixão.

Quanta dor,

Tanto amor,

Me oferece perdão!

Autor Letra: Rubem Amorese
Autor Música: Rubem Amorese
Intérprete: Toninho Zemuner (Solo)

Produção e participações
Produção: Toninho Zemuner


  OUÇA/BAIXE  

  CIFRA

  playback 



links para outras páginas
Tanto Amor, cantada pelo "Trio Zemuner"84.TantoAmor_files/TantoAmorTrio.mp384.TantoAmor_files/TantoAmor.mp384.TantoAmor_files/TantoAmor.pdf84.TantoAmor_files/Tanto%20Amor%20Pb.mp3shapeimage_3_link_0

Ah! Pai de amor!

Quero amar como ele amou!

Faze-me compreender

Que o seu amor

É poder que vence o mal

E a dor.


Dá, Bom Pastor,

Força a este pecador!

Tudo o que eu fizer,

Seja em louvor;

Quero dar-te amor igual,

Senhor.