73. Tu Não Mereces

 
Esse “lamento de Deus” surgiu da meditação no impressionante desabafo de Moisés, em Dt  9:4-8, que se contrapõe a uma expressão muito em voga, hoje em dia: “afinal, eu mereço”. Realmente, não há nada de novo debaixo do sol. A propósito, a Bíblia nos ensina que, diante de Deus, "ninguém merece". Supliquemos por graça, portanto.

Sobre esta música

Não é por causa da tua justiça,

Ou retitude do teu coração,

Que o Senhor te guiou pela mão,

E aqui te trouxe e livrou da cobiça.


Não é por prêmio de fidelidade,

Pois na verdade, és de dura cerviz;

Não te envergonhas do "fiz porque quis",

Quando em Horebe mostraste maldade.


Tu não mereces, não.

Fiz isso por teus pais

(Pois creram eu ser capaz)

Jacó, Isaque e Abraão.


Não sejas sábio aos teus próprios olhos,

Pois és mais tolo se te ensoberbeces;

Porque "eu mereço, afinal", em tuas preces

Te deixa à mingua do vinho e dos óleos.


Mas te abençôo e te entrego esta terra,

E aqui te cubro de bens e alegrias,

Para saberes, ao fim de teus dias,

Que estive perto, e lutei tua guerra.

Autor Letra: Rubem Amorese
Autor Música: Rubem Amorese
Intérprete: Toninho Zemuner (solo)

Produção e participações
Produção: Toninho Zemuner


  OUÇA/BAIXE   

  CIFRA

  playback 



73.TuNaoMereces_files/TuNaoMereces.mp373.TuNaoMereces_files/TuNMereces.pdf73.TuNaoMereces_files/Tu%20Nao%20Mereces%20Pb.mp3