7. Desanima Não

 
Já pensando em produzir um CD da IPP, para levantamento de fundos para a construção, quisemos incluir o grupo dos pagodeiros da igreja, sem o qual, o CD não estaria completo. Essa letra bem-humorada conta a história comum de um dia de luta de um estudante-trabalhador de periferia. A resposta é sempre a mesma: só a Palavra de Deus pode apontar o caminho.
Autor Letra: Rubem Amorese
Autor Música: Toninho Zemuner
Intérpretes: Arthur Sousa, Gustavo de Sousa, Roberto Barreto Filho e Toninho Zemuner (vocais)

Produção e participações
Produção: Toninho Zemuner; Arthur Sousa (pandeiro, ganzá e tamborim); Daniel Sifuentes (surdo); Gustavo de Sousa (cavaquinho e banjo) André Alves (tan tan)

  OUÇA/BAIXE            

  CIFRA


 VÍDEO


7.DesanimaNao_files/DesanimaNao.mp37.DesanimaNao_files/DesanimaNao.pdfhttp://www.youtube.com/watch?v=3KOuAepcdKc

Sobre esta música

Tem certos dias em que a gente acorda mal,

Dá tudo errado e sai perdendo o capital,

Carro estragado, bicicleta sem pedal,

E o professor sempre se achando o maioral.


Pega sua Bíblia, irmão,

Medita fundo, e então,

Faz uma oração,

Sai pra resolução.


Café-com-leite, nem manteiga tem no pão,

Roupa lavada com restinho de sabão,

Tênis furado, desse jeito eu piso o chão,

Tem que ter jeito pra essa vida de porão.


Metrô parado, vou chegar tarde de novo,

Na correria me esqueci do pão com ovo,

Vou de coxinha com pastel, no Bar do Povo,

Conserto o fusca ou arranjo um pedal novo.


"Inguinorança" é o melhor nome pro meu chefe,

Quando está brabo, fujo sempre do tabefe,

É palavrão, é desaforo de quem bebe,

E o dinheirinho que nem sempre se recebe!


Chegando em casa, encontro tudo em polvorosa,

Gente chorando, e uma notícia dolorosa,

Roubaram o fusca e a bicicleta cor-de-rosa,

Melhor dormir, pra ver se acordo com outra prosa.


Não larga a Bíblia, irmão;

Não desanima, não.

Persiste na oração,

Sempre com devoção.


Espera em Deus, mermão;

Confia mesmo, e então,

Vendo seu coração,

Talvez lhe estenda a mão.