151. No Monte

 
Esta música fala da necessidade de solitude para poder ouvir a Deus. Na confusão da vida, deixamos de ouvir, e nos pomos a falar. Sempre é mais fácil falar. Mas se a solitude prevalecer, se o coração se calar, então nossas respostas vamos ter. Um bom lugar para ouvir a voz de Deus é no seu templo. Ou no alto de um monte; dá no mesmo. Esta música teve duas participações especiais: o Hélvio Sodré (fotos) como intérprete e o Marcelo Elias (foto de cima), na guitarra. Obrigado aos dois, pela força. O resultado ficou muito especial.
Letra: Rubem Amorese
Música: Toninho Zemuner
Intérprete: Hélvio Sodré

Produção e participações
Produção: Toninho Zemuner
Guitarra: Marcelo Elias


 OUÇA/BAIXE            

  CIFRA

  playback 


 VÍDEO
151.NoMonte_files/NoMonte.mp3151.NoMonte_files/NoMonte.pdf151.NoMonte_files/NoMonte-PB.mp3http://www.youtube.com/watch?v=zjMKCuT_5SU

Sobre esta música

Quase me esqueço da vida, aqui;

Quase me esqueço de mim.

Brisa cheirando a capim

Lembra uma história que ouvi.


Subo este monte pra te escutar.

Lá embaixo uma confusão:

Lutas, relógio e razão;

Venho ao teu templo pra orar.

Venho ao teu templo pra orar.


Em plena lida é difícil ouvir;

Sempre é mais fácil falar

E o coração enganar;

Pretexto pra prosseguir.


Se a solitude prevalecer,

Se o coração se calar,

E antigas veredas lembrar,

As minhas respostas vou ter.

As minhas respostas vou ter.


Venho ao teu templo...


(bridge)

Quero te ouvir nesta brisa.

Meu coração quer cantar.

O teu conselho é o caminho;

Nesta montanha eu vou orar.